porFelipe Buzacchi

Atalhos para PDV/Faturamento

  • Tela de Vendas

    • Teclas de função
      • F4: Consultar no campo de entrada de dados
      • F3: Fechar venda
      • F5: Cancelar item
      • F6: Descontos
      • F7: Recuperar operação
      • F8: Importar pré-venda
        • Shift+F8: Cancelar pré-venda
      • F9: Importar pedido de venda
      • F10: Cancelar operação / sair
      • F11: Menu “Outros” com várias funções adicionais
      • F12: Recebimento de parcelas
    • Funções adicionais
      • Campo de entrada de dados
        • @ : inserir ou consultar clientes
        • # : inserir ou consultar vendedor
        • * : Alterar quantidade
      • Alt+V: consultar lista de vendedores
      • Alt+C: consultar clientes
      • Alt+T: Consultar tabelas de preço
      • Alt+A: alterar entre preço de atacado e varejo
      • Alt+D: abrir consulta de dados de produto
      • Ctrl+A: consultar e recuperar operações
      • Apenas Faturamento:
        • Alt+E: emitir pedido pelo faturamento
      • Apenas PDV:
        • Ctrl+D: criar devolução
        • Alt+G: abrir gaveta manualmente
  • Tela de finalização de venda

    • Pagamentos
      • F1: pagar com dinheiro
      • F3: pagar com cheque
      • F4: pagar com saldo de vale crédito
      • F5: pagar com saldo de devolução
      • F6: pagar com cartão de crédito
      • F7: pagar com cartão de débito
      • F8: pagar com pendência (crediário)
      • F12: lançar ajuste (acréscimo) na operação
    • Funções
      • F2: retornar à tela de itens
      • F9 ou Ctrl+R: redefinir (limpar) todos os pagamentos lançados
      • Ctrl+D: aplicar desconto no subtotal da operação
      • F10: cancelar a operação
porFelipe Buzacchi

Dicas para utilização do PDV / Faturamento

A utilização das telas de PDV e Faturamento tem uma série de atalhos e ações que podem facilitar sua utilização. Seguem abaixo as principais dicas para utilização destas telas.

 

Dicas gerais

Campo de entrada de dados

Campo de entrada de dados

O campo de entrada de dados é o campo principal da tela, onde o cursor sempre estará posicionado por padrão. Este campo pode ser usado para inúmeras funções, como:

Identificar produtos:

Os produtos podem ser identificados através do campo de entrada de dados usando o ID do produto, código de barras, QR Code com códigos ou informando uma parte do nome.

Para informar o produto por ID, código de barras ou QR Code, basta informar a informação no campo e teclar “Enter”. Em caso de utilização de leitores, sugere-se configurar os mesmos para aplicar o “Enter” automaticamente após a leitura.

Para consultar o produto por uma parte do nome, pode-se apenas digitar uma parte do nome no campo de entrada de dados e teclar “F4”. Irá se abrir a tela de consulta de produtos já pré-filtrada com a informação digitada, e basta selecionar o produto com o mouse ou através das teclas de “para cima” e “para baixo” do teclado e teclando “F1” (selecionar).

DICA: Se for usar a opção de consultar pelo nome, não é necessário informar caracteres especiais como acentos, “ç”, etc. por exemplo, para pesquisar “calça” pode simplesmente informar “calca”, ou “agua” se o acento.

Informar produto por código

Informar produto por nome

Identificar Clientes

O campo de entrada de dados pode ser usado de forma semelhante a seleção de produtos para seleção de clientes de forma rápida. Para isso é usado o atalho “@”.

Pode-se selecionar um cliente usando @CPF ou @CNPJ (com ou sem os pontos, traços e barra) e teclando “Enter” (por exemplo @62862226181 ou @628.622.261-81), se souber o ID do cliente pode usar @ID e teclando “Enter” (por exemplo @9) ou consultar por uma parte do nome e teclando “F4” (por exemplo @pedro) e selecionando o registro na tela de consulta.

DICA: se usar a consulta por CPF/CNPJ, caso o cliente esteja cadastrado irá selecionar para a venda. Caso não esteja cadastrado, irá solicitar se deseja cadastrar ou apenas “usar na venda” (apenas informar o CPF/CNPJ na venda sem colocar os dados do cliente)

CPF/CNPJ na venda

Selecionar cliente pelo nome

Identificar vendedor

Para identificar o vendedor você pode simplesmente colocar “#nome do usuário” e teclar “Enter” (por exemplo #vendedor2) ou consultar usando “#nome do usuário” e teclando “F4” e selecionando o registro na tela de consulta.

Consultar vendedor

Alterar quantidade

A quantidade padrão utilizada é sempre 1, mas ela pode ser alterada utilizando o atalho “*”.

Para isso você poderá digitar “*quantidade” e teclar “Enter” (o campo quantidade deverá alterar para a quantidade informada) ou informar a multiplicação diretamente com “quantidade*código do produto” e teclando “Enter” ou usando o leitor após informar “quantidade*” (por exemplo 5*3001 + Enter para informar 5 unidades do produto código 3001).

DICA: use a opção de multiplicação direta apenas se for identificar o produto pelo código.

Alterar quantidade

Alterar quantidade por multiplicação

Cancelar item

Para cancelar um item, basta clicar no botão de cancelar item (atalho “F5”) e informar o número do item (primeira coluna da lista de itens) a ser cancelado

Importar pré-venda ou pedido de venda

Basta selecionar as opções de importar pré-venda (atalho F8) ou pedido de venda (atalho F9) e informar o número da pré-venda ou pedido de venda e teclar “Enter”.

Consultar dados de produtos

É possível consultar os dados de um produtos, como preços, promoção, estoque, etc antes de efetivamente lançá-lo na venda. Para isso, podes acessar o menu “Outros (F11) / Consultar dados de produtos (Atl+D)” e informar o código do produto e teclar “Enter”. Caso desejado pode-se inclusive selecionar este produto após a consulta utilizando o botão “Selecionar (F1)”.

Consultar dados de produtos

Dicas para recebimento

O recebimento de parcelas pelo PDV/Faturamento pode ser feito através do botão “Recebimento (F12)”. Nesta funcionalidade, deve-se identificar o cliente (pelo ID, pelo CPF/CNPJ ou pelo botão de consulta), e pode-se filtrar por mês/ano e por número de documento.

Para selecionar os documentos a pagar basta marcar o documento na coluna de seleção da lista (primeira coluna). O documento será quitado com os valores informados na lista, ou suar o botão “Inverter seleção” para selecionar todos.

Você também pode alterar os valores diretamente nas colunas de multa, juros e descontos, e os valores serão recalculados automaticamente. Você também pode digitar o valor a pagar na última coluna caso o pagamento não seja integral. Desta forma após o pagamento o documento continuará aberto com o saldo restante.

Os documentos que ficarem em “verde” na lista estão sendo pagos com o valor integral (totalmente quitado), e os que ficarem em “laranja” estão sendo pagos em um valor menor que o total, ficando um saldo em aberto.

Também é possível “pagar por valor” informando um valor no campo “Pagar por valor total”. Se informado um valor, este valor será usado para quitar todos os documentos que forem possíveis, do mais antigo para o mais novo.

Recebimento por mês e documento

Recebimento por valor

Recuperar operação

Tanto pelo PDV quanto pelo Faturamento é possível acessar a consulta de operações realizadas, bem como recuperar (criar outra operação com base na anterior).

Para acessar a consulta basta ir no menu “Outros (F11) / Consultar operações (Ctrl+A)” na tela de PDV ou faturamento ou digitar o atalho Ctrl+A. Pode-se usar os filtros necessários para identificar a operação desejada, e caso necessário recuperar basta utilizar o botão “Recuperar”, que uma nova operação será criada com base na selecionada.

Consultar operações

Atalhos para PDV/Faturamento

Alem dos atalhos usado no campo de “entrada de dados”, há uma série de outros atalhos do PDV para acessar funções importantes. Todos este atalhos estão descritos logo ao lado da função.

Clique neste link para verificar a lista de atalhos atuais disponíveis.

Funções exclusivas por módulo

Exclusivos para PDV:

  • Abrir gaveta (atalho Alt+G)
  • Lançar devolução de venda (atalho Ctrl+D)
  • Ativar contingência manual (para emissão de NFC-e)

Exclusivos para Faturamento:

  • Emissão de pedido de venda pela tela de faturamento (atalho Alt+E)
porFelipe Buzacchi

Parcelamentos

O cadastro de parcelamentos tem por intuito pré cadastrar e configurar parcelas para os meios de pagamento a prazo, que poderão ser utilizados nas mais diversas telas onde este tipo de pagamento pode ser feito. Seu cadastro pode ser cessado pelo menu Comercial / Parcelamentos.

Através da tela de parcelamentos pode-se ver os parcelamentos cadastrados, editar, excluir e criar novos.

Parcelamentos

Incluir/editar parcelamentos

Na tela de parcelamentos é possível colocar informações como nome do parcelamento, se está ativo/inativo, os dias de prazo (tolerância) pra início (irá acrescentar esta quantidade de dias em cada parcela) e o tipo de cálculo.

O tipo de cálculo funciona da seguinte forma:

  • Acréscimo simples: apenas acrescentará o percentual de acréscimo em cada parcela independentemente. Por exemplo, se o valor de cada parcela for R$ 10,00 e o percentual de acréscimo de cada parcela for 10%, o valor de cada parcela será de R$ 11,00 (R$ 1,00 de acréscimo em cada uma)
  • Acréscimo composto: o percentual de cada parcela irá incidir sobre o valor acumulado total até o cálculo desta parcela. Por exemplo, se o valor de cada parcela for de 10,00 e o percentual de acréscimo de cada parcela for 10%, a primeira parcela será R$ 11,00, e a partir da segunda o valor de cada parcela irá contemplar o acréscimo aplicado na anterior (a segunda será R$ 12,10 e a terceira será R$ 13,31).

Também é necessário cadastrar os parcelamentos e o eventual percentual de juros de cada parcela (que não é obrigatório).

Na aba “Filiais” é necessário marcar para quais filiais este parcelamento será aplicado, bem como se este parcelamento é “padrão” (será pré-selecionado automaticamente) para aquela filial.

OBSERVAÇÃO: ao incluir um parcelamento, todas as filiais são adicionadas automaticamente.

 

Aplicações do parcelamento

O parcelamento pode ser aplicado em todos os módulos que permitem pagamento, e apenas para pagamentos “a prazo”. Ao selecionar um parcelamento, o cálculo das parcelas com sues dias de vencimento e acréscimo são feitos automaticamente. Veja abaixo alguns exemplos:

Parcelamento no faturamento

Parcelamento no pedido de venda

 

porFelipe Buzacchi

Ordem de Produção

O módulo de Ordens de Produção permite gerar ordens de produção simplificadas, com intuito de gerenciar os processos produtivos de produtos, bem como fazer o gerenciamento de estoque e de insumos e produtos acabados e as ações relacionadas ao SPED.

O lançamento de ordens de produção se localiza no menu Logística / Ordens de Produção.

Gerenciamento de ordens de produção

A tela de gerenciamento de ordens de produção permite filtrar as ordens por vários critérios, como NSU, data (por vários tipos), filial, responsável e situação. Também por esta tela se pode incluir novas ordens, bem como alterar ou visualizar. Também é possível fazer todas as ações de gerenciamento, como liberar, enviar para produção, etc. Isto será coberto mais a frente neste manual.

Esta tela também apresenta gerenciamento visual de acordo com a seguinte legenda:

  • PRETA: ordens já encerradas ou canceladas
  • LARANJA: ordens abertas e com conclusão prevista para o dia
  • VERMELHO: ordens abertas e atrasadas em relação ao prazo previsto para conclusão
  • VERDE: ordens abertas e ainda dentro do prazo em relação ao prazo previsto para conclusão

As ordens de produção também podem ter as seguintes situações:

  • Em cadastramento: ordem ainda na fase de lançamento
  • Liberada: ordem com cadastramento finalizado e liberada para iniciar a produção
  • Bloqueada: ordem bloqueada para envio de produção para eventuais alterações
  • Cancelada: ordem gerada e cancelada
  • Em produção: ordem enviada para a produção
  • Concluída: ordem com produção concluída e estoques movimentados

Cada um dos status acima tem seu ícone respectivo na coluna “Sit” para ajudar no gerenciamento visual.

Ordens de produção

Incluindo / alterando / visualizando Ordens

A tela de inclusão/alteração/visualização das ordens é bem simples e dividida basicamente em 2 abas:

  • Cabeçalho: permite o cadastro das informações gerais da ordem, como qual a filial, local de estoque, responsável, prazo previsto de conclusão, situação e observações gerais.

Cabeçalho da ordem de produção

  • Itens: na aba de itens se pode inserir os itens na ordem. Apenas produtos marcados com o tipo “Produto acabado” podem ser inseridos na ordem. Portanto para produtos a serem produzidos esta opção deve ser selecionada. Para adicionar itens deve-se identificar o produto no campo “Produto” (por id, código de barras ou através da consulta). Após identificar o produto, deve-se informar a quantidade. Caso o produto tenha insumos, os mesmos serão exibidos na lista à direita já multiplicados pela quantidade do produto informado. Também é possível informar uma unidade logística, um endereço de estoque (caso habilitado para o local de estoque da ordem) e observações do item. Após todas as informações inseridas, ao clicar em “Salvar (F1)” o item será incluído na ordem e aparecerá na lista logo abaixo. Os itens sempre serão agrupados por código, variação e unidade logística, ou seja, sempre que informar o mesmo item na ordem mais de uma vez ele será agrupado em um único item, apenas incrementando a quantidade. Pode-se editar ou excluir um item clicando nas respectivas colunas da lista de itens.

Itens da ordem de produção

IMPORTANTE: caso o produto esteja marcado como “produto acabado”, sua movimentação de estoque no momento da venda será feita apenas para o produto em si, e não para seus insumos. Neste caso os insumos serão movimentados apenas no momento da conclusão da ordem de produção, conforme relatado abaixo nas ações da ordem no item “Concluir”.

Ações nas ordens de produção

Várias ações são permitidas nas ordens de produção, conforme segue:

  • Em Cadastramento: sempre que se estiver montando uma ordem, ela estará na situação de “Em Cadastramento”. Para poder seguir com as próximas ações, a ordem deverá ser liberada
  • Liberar: a ação de liberar uma ordem permite que a mesma seja liberada para enviar a produção. Apenas ordens em cadastramento ou bloqueadas podem ser liberadas
  • Bloquear: serve para bloquear temporariamente uma ordem liberada para produção, para que se possa fazer ajustes ou alterações. Apenas ordens liberadas podem ser bloqueadas
  • Cancelar: cancelar a ordem. A mesma não é excluída, apenas marcada como cancelada, com usuário e data de cancelamento. A ordem só pode ser cancelada antes de ser finalizada.
  • Produzir: enviar a ordem para produção. A partir deste momento a ordem está sendo produzida, e só pode ser cancelada ou concluída
  • Concluir: concluir a produção na ordem. Neste momento será marcada a data e usuário de conclusão, bem como serão feitas as movimentações de estoque como segue:
    • Insumos: será feita a saída de estoque dos insumos usando o CME configurado nas configurações logísticas da empresa
    • Produtos acabados: será feita e entrada de estoque dos produtos informados na ordem de produção no local/endereço de estoque informado e usando o  CME configurado nas configurações logísticas da empresa.
  • Duplicar: permite duplicar uma ordem igual a original, que pode ser editada para novo processo
  • Imprimir: impressão da ordem nos formatos “A4” (Visualizar) e “Comprovante” (impressoras térmicas de 80mm de largura)

 

porFelipe Buzacchi

Documentos eletrônicos: erro de “Certificado Inválido” ao transmitir

Se você estiver recebendo o erro de “certificado inválido” ao transmitir NF-e / NFC-e, isto pode estar relacionado a algumas configurações do seu computador para realizar a correta comunicação com a SEFAZ do seu estado.

O real motivo da ocorrência está relacionado a instabilidades da própria SEFAZ, mas podem ser solucionados com base em configurações realizadas no computador que estiver emitindo o documento eletrônico.

Em caso de ocorrência, execute o procedimento abaixo:

  1. Encerre todas as aplicações que envolvam a utilização do seu certificado digital (feche os sistemas). Se você está utilizando certificado A3, remova ele da porta USB.
  2. Vá em executar e digite certlm.msc ou certmgr.msc para abrir a interface de certificados. Caso não seja possível, execute o aplicativo “mmc” e inclua a opção de certificados.
  3. Remova todos os certificados de “Autoridade de Certificação de Raiz Confiáveis” e “Autoridade de Certificação de Raiz de Terceiros”.
  4. Ainda na listagem de certificados, aperte F5 para atualizar a página e remova qualquer novo certificado que aparecer, e repita esse processo algumas vezes até que retorne sempre vazio.
  5. Faça o download do arquivo do seguinte link, descompacte e o execute como administrador: Atualizacao_Certificados
  6. Clique em Instalar e aguarde até que o processo seja finalizado.
  7. Teste novamente a comunicação com a SEFAZ.

Caso ainda não funcione, vá em opções da internet, na aba avançadas, desabilite as configurações:

  • Avisar quando houver incompatibilidade de endereços de certificado.
  • Verificar revogação de certificados do servidor.
  • Verificar se há certificados revogados do fornecedor.

IMPORTANTE: se o emitente for do estado de Goiás, realizar também o procedimento deste link.

Salve, reinicie a máquina, e teste novamente.

 

porFelipe Buzacchi

Sefaz Goiás: procedimentos para emissão de documento eletrônico

Para a SEFAZ-GO alguns procedimentos são necessários para emissão de documentos eletrônicos. Caso não executados a emissão de documentos eletrônicos pode retornar erros como status 103 ou 105, erro de “comunicação subjacente com o servidor estava fechada”, erro de “certificado inválido”, etc.

Caso estes erros ocorram não será possível finalizar a operação e imprimir o DANFE corretamente.

Acesse o link abaixo da SEFAZ-GO, verifique e execute estes procedimentos.

Link SEFAZ-GO

porFelipe Buzacchi

Plano de contas

A funcionalidade de Plano de Contas tem por objetivo poder cadastrar as contas contábeis, que permite uma análise mais detalhada da parte financeira da empresa, bem como a geração do “sumário geral financeiro” e DRE mais detalhados.

DICA: antes de cadastrar o plano de contas, é sugerido que se pense e defina previamente, pensando em como o mesmo pode ajudar nas análises e o resultado financeiro da empresa. Os contadores geralmente são muito experientes no assunto e podem ajudar no desenvolvimento do mesmo

Plano de Contas

Através do cadastro de plano de contas tem por objetivo incluir e fazer a manutenção das contas contábeis. Neste cadastro a partir da tela de lista de plano de contas, é possível 3 opções:

  • Incluir primeiro nível: incluir contas principais, que terão contas secundárias vinculadas (código 1, 2, etc)
  • Incluir mesmo nível: incluir uma conta de mesmo nível da que está selecionada na lista (por exemplo se estiver selecionada a conta 1.2, nesta opção será criada uma conta na próxima sequencia disponível, como 1.3 por exemplo)
  • Incluir próximo nível: incluir uma conta filha da conta selecionada (por exemplo se estiver selecionado a conta 1.2, será incluída uma conta na próxima sequencia disponível, como por exemplo 1.2.1 no exemplo)

Plano de contas

Cadastro das contas

No cadastro das contas encontramos os seguintes campos:

  • Aba “Cadastro”
    • Código da classificação: código da conta contábil, gerada automaticamente de acordo com o nível da conta
    • Descrição: nome da conta
    • Tipo da conta: crédito para contas de entrada e débito para contas de saída
    • Aceita lançamento: usar apenas para contas de último nível, aquelas onde se fará lançamento efetivo de contas a pagar ou a receber
    • Observações: observações apenas para referência
  • Aba “SPED”
    • Informações específicas relacionadas a geração de SPED

Cadastro de plano de contas

 

porFelipe Buzacchi

DRE – Demonstrativo de resultado do exercício

O DRE (demonstrativo de resultado do exercício) tem por objetivo demonstrar de forma estruturada o desempenho obtido pela empresa em um determinado período, comparando todas as entradas (vendas e resultado financeiro) com as saídas necessárias para que o resultado ocorra. Como objetivo principal, ao apurar o DRE deve-se ter uma visão mais direta relativa ao lucro ou prejuízo obtido pela empresa no período, bem como os componentes principais que levaram a este resultado.

No entanto, para uma apuração precisa e um resultado fiel do DRE, algumas ações e configurações devem ser feitas anteriormente. Seguem abaixo as configurações necessárias.

Categorias do DRE

As categorias do DRE são utilizadas para o detalhamento dos valores financeiros do mesmo, relativos a contas a pagar e a receber. Elas devem ser cadastradas de acordo com o desejo do cliente. O cadastro fica no menu Financeiro / Categorias do DRE. Basta informar a descrição e o tipo (crédito ou débito). Estas categorias também podem futuramente ser editadas ou excluídas (caso não tenham sido vinculadas a nenhuma conta contábil).

Categorias do DRE

Plano de contas

A parte financeira do DRE é definida com base em contas a pagar e a receber, e serão exibidas no DRE de acordo com as conta contábeis informadas e a categoria informada em cada conta. Para detalhes de como fazer o cadastro do plano de contas acessar o este link.

Gerar DRE

Para gerar o DRE deve-se acessar o menu relatórios / Financeiro / Demonstrativo DRE.

O DRE é composto basicamente pelas seguintes categorias:

VENDA BRUTA: todas as vendas realizadas no período, com inclusão de impostos e devoluções

(-) Impostos: impostos sobre vendas, basicamente ICMS, PIS, COFINS ou o valor total de vendas x alíquota simples caso de empresas do simples

(-) Devoluções: devoluções realizadas no período

(=) RECEITA LÍQUIDA: venda bruta – impostos – devoluções

(-) CMV: custo das mercadorias vendidas, calculado como produtos vendidos * custo dos mesmo (sugere-se ativar função de custo médio para maior precisão)

(=) LUCRO BRUTO: receita líquida – CMV

(-) DESPESAS OPERACIONAIS: contas a pagar com conta contábil vinculada, e que a conta tenha uma categoria de DRE vinculada. Caso não queira que a conta apareça no DRE, não informar uma categoria de DRE no cadastro da conta contábil

(+) RECEITAS OPERACIONAIS: contas a receber com conta contábil vinculada, e que a conta tenha uma categoria de DRE vinculada. Caso não queira que a conta apareça no DRE, não informar uma categoria de DRE no cadastro da conta contábil

(=) LUCO/PREJUÍZO OPERACIONAL: lucro bruto – despesas operacionais + receitas operacionais

 

Observações

  • O financeiro é composto pelas contas a pagar e a receber que tenham conta contábil vinculada, e que nesta conta contábil tenha uma categoria de DRE associada.
  • Os documentos financeiros aparecerão no DRE de acordo com a categoria de DRE ao qual sua conta contábil está vinculada.
  • Se não quiser que uma conta específica não apareça no DRE deve-se excluir a categoria de DRE do cadastro da conta contábil
  • Para documentos a receber, deve-se excluir do DRE as contas referentes a recebimentos de vendas a prazo (parcelas de Notas Fiscais, vendas com pendência, cartão de crédito parcelado, etc)
  • Caso necessário, conte com a ajuda de seu contador. Ele pode lhe ajudar a estruturar o plano de contas corretamente

 

porFelipe Buzacchi

FOOD: Arquivos do sistema

O último passo para instalação do Moderniza Food é colocar os arquivos do sistema na pasta correta. Para instalações em servidores locais, geralmente esta pasta fica dentro da pasta “C:\inetpub\wwwroot”. Você pode criar uma pasta dentro desta estrutura com o nome que deseja ter para o aplicativo. Sugerimos utilizar o nome “ModernizaFood”. Neste caso, o caminho completo da pasta será “C:\inetpub\wwwroot\ModernizaFood”.

Portanto, para instalar seguir os passos abaixo:

  1. Baixar e executar o arquivo do link seguinte, escolhendo como pasta de destino a pasta onde ficarão os arquivos do sistema: link para download
  2. Para atualização, apenas extraia e execute o arquivo acima na pasta correta, e atualize a página do navegador onde o sistema está rodando
  3. Para instalação nova, siga o passo 1 e 2 acima , além de baixar, descompactar e salvar o arquivo de conexões do link a seguir na mesma pasta e configurando o mesmo. Links arquivo de conexões: link arquivo conexões

 

Extrair arquivos Moderniza Food

 

porFelipe Buzacchi

Versões demo do Speakeasy

Seguem abaixo versões para demonstração do Speakeasy, tanto para o tipe TE (emulação de terminal) quanto Web. As versões abaixo são disponíveis apenas para dispositivos Android.

 

Passos necessários antes de utilizar as versões demo:

OBSERVAÇÃO: ao acessar os links dos itens 1 e 2 abaixo será solicitado um usuário e senha. Caso não tenha, faça o processo de registro e aguarde a aprovação do mesmo na Ivanti para prosseguir.

 

  1. Instalar o Velocity Client (apk) no dispositivo Android com todas as permissões. Selecionar a versão “Wavelink Velocity for Android ARM Devices” (clique aqui para o link)
  2. Instalar o Speakeasy (apk) no dispositivo Android com todas as permissões. Selecionar a versão “Speakeasy for Velocity (Android)” (clique aqui para o link)
  3. Baixar e instalar o pacote de voz (apk) para a voz “Luciana” em português (clique aqui para o link)

Após instalação dos aplicativos acima, acesse os links abaixo e escolha a demo desejada, instalando a versão TE, WEB ou ambas.

 

Instalação das versões Demo:

 

IMPORTANTE: verifique abaixo o procedimento para utilizar as versões demo

  • Baixar os arquivos abaixo NO COMPUTADOR
  • Descompactar os arquivos
  • Conectar o dispositivo Android no computador pelo cabo USB (ativar o modo de compartilhamento de arquivos se necessário)
  • Com o aplicativo Velocity “FECHADO”, colar na pasta os arquivos na pasta “com.wavelink.velocity” dentro do armazenamento interno do dispositivo Android.
    • São 2 arquivos para cada projeto: um com extensão “.wldep” e outro com extensão “.wlvpk”, e ambos arquivos devem estar colados na pasta
    • O projeto demo WEB tem também uma pasta com os arquivos necessários para a página WEB rodar localmente no dispositivo Android (pasta velocitywebdemo), e esta pasta também deve estar na pasta acima no dispositivo
  • Iniciar o aplicativo Velocity no dispositivo Android, clicar sobre o projeto desejado, nas mensagem de autorização clicar em “Demonstração” e rodar o projeto

 

DICA: para saber os comandos de voz aceitos em cada tela, diga “ajuda” e ouça as instruções