Os Três Grandes Impactos do Varejo 4.0 e Varejo Omnichannel no Dia a Dia do Comerciante Brasileiro

porGiovani De Zorzi

Os Três Grandes Impactos do Varejo 4.0 e Varejo Omnichannel no Dia a Dia do Comerciante Brasileiro

A Transformação Digital no Varejo e seu Impacto em Empresas de Pequeno e Médio Porte e a Era Omnichannel

  Não há dúvidas de que a transformação digital e a revolução tecnológica dos últimos anos tem impactado sobremaneira todas os negócios ao redor do mundo, e com o varejo não é diferente. A mudança ocorrida nas últimas décadas, com o início da internet ganhou uma força inacreditável com a invenção de smartphones, tablets e o acesso à internet móvel.

  Tais mudanças tiveram seu primeiro grande impacto com o surgimento das lojas virtuais (e-commerce), que empoderadas por investimentos financeiros, criaram-se grandes players, com capacidade de atingir clientes de todo o canto, mesmo em um país com dimensões continentais como o Brasil e estas gigantes do varejo eletrônico vem aprimorando seus processos e ganhando a cada dia novos fãs como clientes.

  O segundo grande impacto importante foi o da mudança de comportamento do consumidor, que cada dia mais familiarizado com o uso da tecnologia, sente-se mais poderoso em suas alternativas de compra, pois atualmente tem acesso a um número crescente de informações, tanto relativos a aspectos técnicos de uso do produto, como as opções de preços existentes no mercado, tornando este consumidor muito mais consciente em relação a seus hábitos de consumo e decisão de compra. Hoje o Brasil superou a marca de um smartphone por habitante e hoje conta com 220 milhões de celulares inteligentes ativos.

  O terceiro grande impacto é a crescente evolução das tecnologias de marketing digital, que permitem empresas de comercio eletrônico conhecer seus clientes cada vez melhor, rastreando seus interesses e personalizando suas ofertas de acordo com os desejos e interesses destes consumidores, nunca foi tão fácil entender e atender os clientes de forma personalizada, direta e rápida.

  A convergência destes três fatores: E-commerce, Comportamento e Marketing Digital, fez com que especialistas pudessem acreditar que a força disruptiva de tais tecnologias pudessem culminar com o final da loja física e que tal mudança seria avassaladora e ocorreria na velocidade de um furacão, mas o fenômeno não foi tão forte quanto se imaginou inicialmente, embora a transformação digital do varejo 4.0 em um ambiente de negócios no Brasil já tenha causado grandes danos ao modelo tradicional de loja de rua, o omnichannel deve estar na pauta de todo varejo que queira se manter e crescer em um mundo conectado.

  Certamente não será o final da loja física, mas com certeza o negócio vai precisar se transformar, e a reinvenção da loja física passa fundamentalmente pelo aprimoramento de seus recursos humanos, pelo aparelhamento tecnológico e pela mudança no pensamento estratégico, tático e operacional do negócio, pois não basta mais querer mudar, mas sim um pensamento alinhado com um mundo cada vez mais digital, pensar digital é a pauta da vez.

  Treinar os funcionários é fundamental, pois além deste profissional estar preparado a usar a tecnologia disponível, ele precisará atender um consumidor muito bem informado em todos os aspectos, tanto em termos de conhecimento do produto como das condições que os concorrentes oferecem, e para conquistar a confiança deste consumidor.

  Aparelhamento tecnológico, passa pela adoção de sistemas totalmente integrados, que permitam o lojista ter diversos pontos de contato com seus clientes, seja dentro da própria loja, ou através de loja virtual (e-commerce), ou mesmo com APPs próprios que podem tornar a compra cada vez mais conveniente e simples, dando opções ao cliente de buscar o produto na loja, ou mesmo recebê-lo no conforto de sua residência, ou onde quer que ele decida.

  Por fim pensar digital desde a cúpula da empresa, passando por todas as área e níveis do negócio talvez seja o grande desafio. Atualmente todo mundo utiliza tecnologia em seu dia-a-dia, porém aplicar tais tecnologias nos negócios e a mudança do mindset no trabalho tem-se mostrado a grande barreira a ser vencida, pois sem pensar digital, como poderemos preparar nossa equipe e de que forma iremos escolher as tecnologias mais adequadas ao nosso negócio?

  Com certeza não será o final da loja física, mas sua transformação é vital e mais que urgente, é fundamental para a continuidade do negócio, pois as pressões de mercado com o avanço das grandes redes e agora da incorporação de lojas físicas por grandes player do comércio eletrônico, forçam a necessidade do varejo físico de rua tornar-se Varejo Omnichannel, e adotar técnicas de transformação digital de Varejo 4.0 não é uma opção, mas uma obrigação.

Sobre o Autor

Giovani De Zorzi administrator

1 comentário até agora

Carlos AugustoPostado em6:50 pm - set 23, 2019

Boa noite, Giovani
Parabéns pela matéria.
Faço parte de uma startup que pensa como você, este é o caminho por isso desenvolvemos uma plataforma onde possibilita esta integração do varejo ao mundo online. Somos a GoCart App onde integra lojas físicas a virtuais.

Siga nossa pagina para nos conhecer um pouco mais

https://www.facebook.com/GoCartApp/

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.