Gestão de estoque de autopeças

porGiovani De Zorzi

Gestão de estoque de autopeças

O desafio da gestão no estoque de autopeças eficiente!

  O mercado de gestão no estoque de autopeças no Brasil trás um grande desafio. Uma infinidade de marcas, modelos, ano de fabricações, aliados a itens de diferentes tamanhos, formatos e valores, associados a políticas de estoques reduzidos de fabricantes, tornam a operação extremamente complexa.

  Considerando ainda neste cenário, a caótica estrutura logística brasileira, dificuldade de formação e retenção de mão de obra, falta de um padrão de embalagens e identificação e a integração de sistemas de toda a cadeia de suprimentos de gestão de autopeças, e se adicionarmos a este cenário a possibilidade das peças serem avariadas no transporte entre distribuição do fabricante e a chegada ao revendedor de peças?

Autopeças em concessionárias, uma área lucrativa e pouco controlada.

   Concessionárias de automóveis com revenda de peças possuem grandes fortunas investidas neste negócio, que são parte importante na estratégia deste segmento, com margens mais atrativas que a venda do próprio automóvel, porém a má gestão destes estoques, o risco de roubos, desvios e perdas é absurdo, e aquele que pode ser um excelente negócio, pode transformar-se em uma grande ameaça devido a falta de know how e má gestão, daí percebemos então, o tamanho do desafio.

  Não há dúvidas que o tema merece a máxima atenção nas autopeças, controle absoluto sobre todas as etapas do processo, desde a tomada de decisão para definição do mix de peças que atenda de forma adequada a demanda regional, processo de compras, recebimento, devido controle sobre endereçamento e alocação de peças, bem como atenção no momento de separar e expedir o produto para o cliente, seja ele a oficina interna ou outros parceiros que adquirem e se abastecem de peças na revenda, e até mesmo a aplicação de técnicas avançadas de controle de inventário rotativo, afinal, rastrear cada operação pode ser a chave para evitar erros e desvios indesejáveis de estoques.

Importância da profissionalização das autopeças.

     Definir claramente os processos e automatizar com um software de gestão de peças é medida obrigatória para vencer este desafio e transformar esta grande dor de cabeça em um negócio muito lucrativo, atendendo as demandas de clientes em tempo extremamente reduzido, produzindo uma imagem de organização, eficiência que eleva a percepção de valor da empresa, gerando satisfação do cliente e sua fidelização.

  Para isso o Grupo Moderniza, empresa do sul do Brasil,  desenvolveu a solução Moderniza Logística, que envolve os processos de romaneio, recebimento, alocação, separação, conferência de expedição e inventário rotativo da revenda de peças de reposição, ideal para autopeças.

Moderniza Logística, tenha total controle da sua autopeça

  A solução permite o total controle e rastreabilidade de todos os processos logísticos da revenda de autopeças, e foi desenhada com total automação dos processos, sendo utilizados coletores de dados com leitores de código de barras em tecnologia Android, e podendo rodar em ambiente web, tanto local como em nuvem, com telas responsivas que se adaptam a qualquer tipo de dispositivo móveis, como computadores, tablets e até celulares.

  Trata-se de uma solução completa, extremamente simples de usar e desenvolvida com a tecnologia mais avançada em termos de software de gestão, que resolve e atende esta grande demanda do segmento de concessionárias de veículos e revendas de peças de reposição.

Conheça nosso produto especialista Moderniza Logística

Sobre o Autor

Giovani De Zorzi administrator

5 Comentários até agora

José IvaldoPostado em11:36 am - fev 8, 2019

Parabéns grupo Moderniza

Cristiano Rocha moreiraPostado em5:03 pm - jan 31, 2019

Exelente informativo

JoelPostado em1:36 pm - dez 13, 2018

Parabéns ao grupo Moderniza!

EdsonPostado em9:54 pm - out 3, 2018

Excelente texto , parabéns Giovani

Felipe BuzacchiPostado em8:34 pm - out 3, 2018

Excelente. Parabéns Giovani e Grupo Moderniza!

Deixe uma resposta