Como escolher o melhor meio de pagamento para a sua loja virtual

porVittoria Thomasini

Como escolher o melhor meio de pagamento para a sua loja virtual

Cada meio de pagamento possui particularidades que precisam de avaliações prévias. Aqui, te ajudamos a decidir o que é melhor para a sua loja virtual.

Receber pagamentos pela internet é uma das funções que devem estar disponíveis em uma loja virtual. Logo, se você está montando uma você precisa se informar como viabilizar transações comerciais na sua loja, mas como escolher o melhor meio de pagamento para a sua loja virtual?

Saber sobre os melhores meios de pagamento para um e-commerce é tão importante quanto a escolha dos produtos que serão vendidos e o seu layout. A forma de pagamento é determinante para a decisão de compra dos clientes, quanto mais diversas as opções oferecidas, como cartões de crédito e débito, boleto, carteiras virtuais, transferência e outros, maiores são as suas chances de conversão, mas precisa ter em mente que cada opção também representa uma parcela dos custos operacionais do seu negócio.

Entenda a diferença entre facilitadores de pagamento e gateways

Antes de tomar qualquer decisão sobre este tema é preciso entender a diferença entre os facilitadores e os gateways de pagamento.

Gateways de pagamento

O gateway de pagamento  faz a comunicação diretamente com o seu banco, são empresas que armazenam dados bancários fornecidos pelo cliente e os encaminham para o adquirente para que sejam validados e, posteriormente, aprovados, exemplos dessas instituições são Cielo, Rede e Elo. Em comparação as lojas físicas, esse sistema funciona como quando se usa uma máquina de cartão. Logo, é um meio de pagamento que age como uma ponte entre os agentes financeiros e a loja virtual.

Vantagens e desvantagens

Os gateways permitem um controle maior sobre as vendas em relação a outros meios de pagamento. Além disso, é possível garantir taxas de processamento menores, já que a negociação pode ser feira diretamente com o adquirente.

Um benefício importante dos gateways é a possibilidade de evitar perder vendas no site, pois:

  • o cliente permanece na página da loja para fazer o pagamento, ou seja, ele não é redirecionado para o site do intermediador e tende a não abandonar o carrinho;
  • as análises de crédito são menos rigorosas do que em outros meios (que podem recusar pagamentos apenas pelo fato de o cliente fornecer um dado divergente, por exemplo).

Por outro lado, eles têm desvantagens, muitas delas relacionadas aos custos, já que o empreendedor tem que arcar com:

  • gastos de implantação e ativação do sistema;
  • taxas fixas mensais ou anuais tanto para os agentes financeiros como para a empresa que fornece a solução;
  • adquirir sistema antifraude.

Por esses motivos, o gateway é um meio de pagamento recomendado para lojas virtuais mais madurasexperientes e com alto volume de vendas para compensar as despesas.

Os gateways aceitam todas as bandeiras de cartão, crédito e débito, mas alguns, como a Cielo, não oferecem boletos bancários. Para tê-lo, o empreendedor deve solicitar a emissão diretamente ao banco.

Intermediadores de pagamento

Um intermediador de pagamento é uma instituição financeira que cuida de todo o processo das transações financeiras de uma loja virtual. Como exemplo, temos empresas como o Paypal, o PagSeguro e o MercadoPago.

Na página da loja virtual, o cliente escolhe os produtos e, na hora de pagar por eles, é, geralmente, direcionado à página do intermediador. Ele precisa ter um cadastro nesses sites e pode pagar da forma que quiser, através de crédito, débito ou boleto.

Vantagens e desvantagens

Para o lojista, o intermediador de pagamento é um aliado, já que se responsabiliza pela gestão de todas as etapas de aprovação da transação. O sistema que cuida da segurança das informações está incluso no serviço. Além disso, não existem despesas com a implantação do sistema, o lojista apenas precisa fazer um cadastro com a instituição. Contudo, as taxas de processamento são mais altas. Ademais, como o cliente é levado para uma página externa como padrão, o processo pode motivá-lo a desistir da compra. As políticas internas dos intermediadores são bem exigentes, o que compromete a aprovação de alguns pedidos. Mesmo assim, esse meio de pagamento é indicado para já que se trata de uma solução simples e eficiente, pois o empreendedor apenas estabelece contato com o sistema e não precisa dominar aspectos técnicos e complexos.

É importante considerar que, como o gateway de pagamento elimina a necessidade de intermediários para finalizar a compra, o cliente não precisa deixar o ambiente de sua loja virtual para finalizar a negociação, já os intermediadores forçam o redirecionamento, o que pode prejudicar o fechamento da venda com o cliente, contudo alguns já estão disponibilizando a finalização por checkout transparente, o que permite fazer tudo pela loja virtual.

Entretanto, vale ressaltar que os dois meios oferecem a segurança necessária ao consumidor para a realização da transação de pagamento.

Taxas e condições

Contratar um gateway de pagamento tem custos e você precisa analisar cada um deles. Conheça os principais pontos a serem considerados: ​

  • liberação do saldo;
  • taxa de adesão: dependendo da empresa pode existir;
  • tarifa de intermediação: pode ser negociada;
  • tarifa por transação completa: se não há;
  • tarifa de antecipação de recebíveis: varia conforme cada caso;
  • mensalidade;
  • taxa por emissão de boleto.

Observe que, em todos os casos, são necessários que os custos das operações bancárias sejam inclusos no custo geral da sua loja virtual. Por isso, não cometa o erro de não contabilizar esse valor!

Conheça as taxas e condições para e-commerce das empresas integradas a Moderniza:

Todos contam com cadastros efetuados de forma gratuita, feitos diretamente pelo site de forma fácil e ágil, já para a assinatura e utilização de meios de pagamento em ambiente de produção são necessários alguns dados solicitados dentro da plataforma. Alguns oferecem ofertas especiais e negociações, dependendo da sua empresa, feitas pelo contato comercial respectivo.

Saiba escolher a melhor opção

São muitos os aspectos que devem ser analisados na adoção dos meios de pagamento. Fazer a escolha certa ajuda a garantir que o fluxo das transferências ocorram com confiança e tranquilidade na sua loja virtual. Basicamente, todos os meios de pagamento têm vantagens e desvantagens, há várias opções de meios de pagamento para e-commerce disponíveis, e a decisão deve pesar a realidade do negócio. E-commerces iniciantes e com volume modesto de vendas se beneficiam ao usar intermediadores de pagamento, que oferecem uma solução segura e prática. Já lojas virtuais em expansão, que querem negociar taxas e ter mais autonomia e controle sobre as transações, podem pesquisar sobre gateways e verificar como esse serviço se encaixa no cenário do seu negócio.

Sobre o Autor

Vittoria Thomasini administrator

Deixe uma resposta