porRenan Rodrigues

Hospedagem em nuvem (Cloud)

Hoje em dia, com o avanço tecnológico, um dos assuntos mais falados na area da tecnologia, é a nuvem ou o termo em inglês, ‘Cloud’. Tudo está evoluindo ou migrando para os ambientes em Cloud de uma maneira muito rápida.

E uma das maiores dúvidas dos nossos clientes e se podemos hospedar o sistema desktop Moderniza em núvem. E a resposta é sim.

Existem várias maneiras de abordar essa questão. Então vou colocar aqui algumas delas. As mais usadas:

  • Hospedagem de banco de dados: Hoje é possível hospedar apenas o banco de dados em um servidor em núvem, e acesso-lo por conexão TCP/IP dentro do sistema, instalado localmente no cliente, apenas apontando todas as conexões para esse banco hospedado externamente.
  • Aplicação Remota (Remote App): Esse é um modelo aonde não só o banco de dados, mas também o sistema fica hospedado em um servidor dedicado em nuvem. Aonde o usuário faz o acesso via “Area de Trabalho Remota”, diretamente no sistema.

Esses são os dois modelos mais comuns de utilização do sistema Desktop externamente.

Mas ai vem toda a questão de como fazer isso. Como configurar, aonde hospedar, que empresa faz  esse tipo de serviço. Atualmente existem várias empresas que disponibilizam esses serviços como: Amazon, Google, Azure e entre outras.

A Moderniza conta com um parceiro muito especial para todos esses serviços.

Utilizamos os serviços de hospedagem da Open Data Center. Uma empresa especialista em nuvem privada (Apresentação Open Datacenter)

Fundada em 2008 a Open é uma empresa de tecnologia focada em soluções de infraestrutura e especialista em nuvem privada. Nós da Moderniza utilizamos os serviços da Open, para os mais diversos projetos de estrutura de servidores.

Por isso recomendamos a Open como parceiro para essas questões.

Open Datacenter

Eliane Campos – 62 99266-7956 (WhatsApp)

E-mail: eliane.campos@opendatacenter.com.br

porRenan Rodrigues

Cadastro de Inscrição Estadual de Substituição Tributária

Objetivo: Cadastrar as inscrições estaduais de substituição tributária para cada Unidade Federada (UF) que o contribuinte tenha cadastro.

Liberação na versão: 2.16.1.3

Para cadastrar as Inscrições Estaduais acesse:

Configs > Empresas > Filiais > Configurações > Fiscais

Navegue até a aba “Inscrição Estadual ST”

ieSt_cad

Preencha os campos UF e IE ST clique em incluir.

 

Quando for emitida uma NFe para a UF cadastrada será utilizada alem da IE normal, a IE de ST para aquele estado.

porRenan Rodrigues

Salvar a descrição do produto comple

porRenan Rodrigues

Como atualizar o monitor do sistema Moderniza Logística.

Neste post vamos mostrar como atualizar o Monitor do sistema Moderniza Logísica.

Primeiramente baixa os arquivos no seguinte Link.

Navegue até os serviços do windows, para isso aperta a tecla Windows  + R, digite o comando “services.msc”. 

Irá exibir os serviços do windows, em seguida localize o serviço chamado “LogMix.Monitor” como mostra na imagem abaixo. 

Clique com o botão direito do mouse sobre o serviço, depois clique em “Parar”.

Após parar o serviço, navegue até a pasta de instalação. O diretório padrão é C:\Moderniza\Logistica

Cole o zipe baixado na pasta, e extraia os arquivos substituindo todos eles. Pronto o Monitor está atualizado e você já pode iniciar o serviço novamente.

porRenan Rodrigues

Como atualizar o sistema Moderniza Logística

Neste post vamos ver como proceder para atualizar o sistema Moderniza Logística no seu servidor (IIS).

Primeiramente faça o download dos arquivos de atualização neste LINK.

Versão: 1.19.10.0

Após efetuar o download, localize o diretório de instalação do sistema Moderniza Logística dentro do IIS. O diretório padrão é: C:\inetpub\wwwroot\Logistica

Cole o zipe dentro do diretório e extrai os arquivos. Subscreva todos os arquivos do diretório.

Pronto o sistema foi atualizado. Nesse caso não é necessário reiniciar o IIS.

É importante que o sistema não esteja sendo utilizado no momento da atualização. Por isso recomendamos a atualização fora do horário de utilização.

porRenan Rodrigues

O que muda no sistema com o novo Layout da NFe 4.0

A seguir, como ficaram as mudanças do novo layout da NFe 4.0 dentro do sistema Lojamix.

Primeiramente é muito importante saber como alterar a versão do layout da NFe no sistema. Navegue até o menu Configs > Empresas > Filiais > Configurações > Fiscais. Na aba ‘Nota fiscal eletrônica’, como ilustra a imagem abaixo.

Formas de pagamento:

A maior alteração dessa versão da NF-e se refere aos meios de pagamento. Agora devesse informar as formas de pagamento que foram utilizadas na NF-e, essa informação é obrigatória.

No sistema ao emitir uma NF-e, na ultima aba que agora se chama ‘Pagamento/Fatura’, deverá ser informado as formas de pagamentos. Os valores das formas de pagamento devem ser iguais ou superiores ao valor total da nota. Para que sejam gerados as faturas desse pagamento deve-se marcar a caixa ‘Gerar Fatura’ e preencher as informações referente as faturas. Abaixo as imagens das novas disposição das informações de pagamento.

Fundo de combate a pobreza.

O Fundo de combate a pobreza é um percentual aplicado sobre algumas categorias de produtos. Cada estado tem uma legislação específica para os produtos que devem ser aplicados esse fundo. Recomendamos que verifiquem com suas contabilidades quais os produtos devem contar esses percentuais. Normalmente esses percentuais são aplicados em operações interestaduais.

Para configurar o fundo de combate a pobreza no produto é bem simples: Acesse o cadastro do produto e vá até a aba tributação, então clique no botão ‘Fundo Pobreza’. Irá abrir uma tela com a listagem de percentuais já cadastradas por UF. Para incluir um percentual novo clique em incluir, preencha as informações e confirme.

porRenan Rodrigues

Nova configuração de NFCe / S@T

Agora é possível identificar qual o PDV que originou a venda, tanto para NFC-e quanto para S@T.

Para a NFCe alem disso, alteramos a forma de gerenciamento de numeração das notas:

Você deve cadastrar no retaguarda uma “ECF” do tipo “Cupom fiscal eletrônico”. O sistema irá gerar um GUID o qual será usado nas configurações do PDV.cadastro_ecf_nfce

Feito esse cadastro, é de suma importância a sincronização do PDV antes de aplicar a configuração.

Acesse as configurações do PDV, navegue até a aba “ECF/NFCe/SAT e no campo GUID NFCe / S@T informe o GUID cadastrado no retaguarda. configuracao_ecf_nfce

Para NFCe deve-se informar a série e a numeração que o PDV irá utilizar. Caso seja S@T essa informação não é necessária, por que a série e numeração é gerenciada pelo equipamento.

Feito essa configuração feche o sistema e abre-o novamente para que as alterações sejam aplicadas.

porRenan Rodrigues

Código Especificador da Substituição Tributária – CEST

Definição:

Estabelece a sistemática de uniformização e identificação das mercadorias e bens passíveis de sujeição aos regimes de substituição tributária e de antecipação de recolhimento
do ICMS.

O campo CEST só será utilizado quando o produto for por substituição tributária. CST’s : 10,30,60,70,90/  CSOSN: 201,202,203,500,900.

No Lojamix:

Para as notas fiscais eletrônicas  (modelo 55),  o sistema fara a verificação do CEST no respectivo campo na aba tributação do cadastro do produto como imagem abaixo.  O valor precisa ter obrigatoriamente 7 caracteres, caso contrário não será vinculado ao XML da NFe.

cest

O sistema faz uma verificação de segundo nível pelo NCM do produto. Acessado pelo menu Logística > Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) > botão CEST(F4). Como mostra imagem a baixo.

cest_ncm

Para NFC-e (modelo 65) e S@T o sistema utiliza apenas o campo do cadastro do produto.

OBS:

Para NFe  e NFC-e o sistema passara a utilizar o campo CEST no  XML a  partir do dia 01/04/2016, como regulamenta as NT’s da receita federal.

Para o S@T ainda as documentações da SEFAZ-SP vão começar a utilizar o campo somente em 2017, a menos que saia alguma regulamentação.

CORREÇÃO:

O prazo da obrigatoriedade do campo foi prorrogado para 01/10/2016 segundo versão 1.70 da NT2015.003;

 

porRenan Rodrigues

Configuração para imprimir a descrição completa do produto

       Essa configuração permite que no envio do XML e na impressão do DANFE seja incluso o nome da variação do produto.

Para ativar essa configuração acesse:

Configs > Parâmetros do sistema

Selecione o grupo fiscal e na chave “nfe_desc_compl_prod_danfe” sete o valor como true como na imagem abaixo e tecle [ENTER]

Parâmetros do Sistema-Fiscal

Então ao inserir um produto com variação na nota.

Emissão de NF-e -Itens

A descrição da variação sairá no danfe.

desc_prodtuno_Danfe

porRenan Rodrigues

Código de Enquadramento do IPI

O objetivo do manual é definir os códigos de enquadramento do IPI o de acordo com a NT 2015.002.  E como fazer a utilização dos mesmos no LOJAMIX.

A tabela de códigos está disposta na NT 2015.002 no Anexo XIV pelo LINK.

Validações que serão feitas pelo sistema e receita:

  • CST de Isenção (02, 52):  
    • Faixa 301 – 399 
  • CST de Imunidade (04,54):
    • Faixa 1 – 99
  • CST de Suspensão (05,55)
    • Faixa 101 – 199

As demais CST terão que utilizar o código “999”.

       No sistema a configuração do “Código de enquadramento do IPI” deverá ser feita pela tela de cadastro de item da nota fiscal na aba do imposto “IPI” como mostra a imagem abaixo.

OBSERVAÇÃO: Caso o “Código de Enquadramento do IPI” não esteja de acordo com o código esperada pela receita para a CST selecionada, o sistema apresentará a seguinte mensagem ao tentar salvar o item.

ipi_aviso